O CARÁTER DO CRISTÃO COMO PESSOA SOCIALMENTE INTEGRADA.

23
jan

Estudiosos ensinam  que ninguém nasce com seu caráter formado.

Atualmente os conflitos sociais  mostram que não se explica  porque famílias boas, excelentes em todos os seus negócios,  todos os membros parecem ser produtivos, conscientes, bons e eméritos cidadãos, com formação e educação admiráveis e alcançam cargos e posições importantes na sociedade, enquanto outros, filhos do mesmo pai e da mesma mãe,  que viveram sob o mesmo teto e sob as mesmas condições e oportunidades, por “alguma” razão, ou sem razão alguma, descambam por caminhos tortuosos em contraste com o padrão em que foi criado e orientado, e procura muitas vezes o caminho do vício e da vida desregrada.

Não entramos na oportunidade durante o sermão sobre as influencias da media, tecnologia e informática e dos joguinhos  supostamente “inocentes”que  aviltao o moral da sociedade  induzindo  e incutindo,  a passos largos  um comportamento muitas vezes sanguinário apresentado sob  forma quase impositiva do marketing cibernético  os chamados jogos eletronicos.

 Muitas famílias, amigos e até namorados já não se falam mais. Não se comunicam diretamente. Mandam texto!… Livros e Universidades estão sendo substituidos por novos padrōes, inclusive a Igreja é influenciada pela comunicação e pelo espaço virtual.

É um pseudo novo normal” criado pela cibernética que esta incutindo um  liberalismo influenciando o caráter do indivíduo e das famílias travando-o de seguir os caminhos da  família tradicional e biblicamente estruturada  entre um papai, uma mamãe e seus filhinhos, passando para o atual liberalismo em que “vale tudo”, “tudo é correto e admitido”,  confrontando a e agredindo o padrão criado por Deus com mentiras e um  verdadeiro crime de perjuro  por pessoas com autoridade política e até mesmo eclesiástica  que negam  os comportamentos normais.  Esse    “novo normal”  pecaminoso  levara os que assim vivem  ao julgamento e à morte.

E o Liberalismo leva ao pecado e ao aprisionamento do indivíduo que se torna um escravo da máquina eletrônica.

 Nossa Igreja ensina a Palavra de Deus, mas é  dever e obrigação dos pais aprender primeiro os ensinamentos de Cristo e a instrução da sua Igreja na terra e incentivarem e orientarem seus filhos a seguir o caminho que leva à salvação eterna. Devemos cuidar para não sejamos  influenciados e desviados do caminho, e caiamos no que se diz : “filho bom de família má” ou “filho mau de família boa”.

Vamos orar pelo NORMAL com Cristo, largar esse “novo normal”.

 Não sou contrario à media e à internet. Muito ao contrário, sou usuário. Vemos contudo que cada coisa tem o seu lugar de importancia na nossa vida. Devemos cuidar para que Deus tenha o primeiro lugar.

 Deixo dois versículos do Apóstolo Paulo em Romanos 12:1 e 2  :

V.1 ) Rogo-vos, pois, irmãos, pelas misericórdias de Deus, que apresenteis os vossos corpos por sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional.

 O que é “culto racional” ?  Isso quer dizer :  Está em voce proprio, com a sua mente , com o seu raciocínio, o conhecimento do que voce deve ou não deve fazer. Mas quando voce não sabe, pergunte —- mas fazer errado e tentar botar culpa no papai ou na mamae, ou no patrão, não vai justificar voce, ou livrá-lo no dia do julgamento.  Aceitar a Cristo é uma decisão sua.

V.2 ) E não vos conformeis com este seculo, mas transformaI-vos pela reprovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.

 Quanto ao Segundo verso, creio que podemos dispensar comentáros, basta ler!!!

Na formação do caráter do indivíduo, em princípio a Igreja Palavra de Deus mostra o caminho, o mapa  a seguir, o restante compete a voce.  Cristo disse  : Eu sou o caminho a verdade e a vida, ninguém vem ao Pai senão por mim.

Eu pergunto a voce que leu o texto : Deu pra entender ?   espero que sim!

Por agora, gostaria de dizer.  Desligue seu computador, e influencie alguem com uma palavra de incendivo e de carinho diretamente, olhos nos olhos! Seja feliz! Não custa nada.

Pr. Julio Inacio – Pastor da Familia.

Leave a Comment